O que você está lendo atualmente? Talvez algum romance traduzido para o português, ou quem sabe algum livro que tenha servido como inspiração para um filme. A literatura internacional tem muitos fãs aqui no Brasil e muita gente corre para as livrarias quando a obra de um escritor estrangeiro ganha uma versão em nosso país. Mas e a nossa literatura?

Literatura nacional ou internacional?

Você reparou que é muito fácil encontrar um jovem ou criança que já tenha lido um dos livros da coleção Harry Potter, mas que não é o mesmo número crianças que já leram algum livro de Monteiro Lobato? É claro que toda leitura é sempre muito bemvinda e quer independente do livro que uma criança esteja lendo isso vai contribuir para seu futuro.

Porém, não é preocupante que estejamos tão focados e inspirados em ler obras internacionais e estejamos esquecendo os autores da nossa terra? Voltando ao exemplo anterior, as crianças de hoje são levadas pela propaganda e por isso acabam gostando daquilo eu lhes é apresentado como bom. O grande problema é que pouco daquilo que se apresenta para as crianças é daqui do Brasil e tudo o que vem de fora tem uma propaganda muito maior do que o que é nacional. Com isso, as crianças e jovens acabam conhecendo mais os escritores internacionais do que os nacionais.

O problema de estarmos dando mais atenção para o que vem de fora, é que dessa maneira não estimulamos os escritores daqui. Temos excelentes obras publicadas de autores que fazem parte da história e que contribuíram para escrever a literatura brasileira. Temos nomes do passado e do presente que tanto crianças como jovens e adultos deveriam conhecer, afinal fazem parte do seu legado, mas infelizmente poucos conhecem.

A nossa realidade nos livros

Como dissemos, independe se uma obra é nacional ou internacional, toda leitura contribui para a formação do pensamento, do senso crítico e da opinião. Justamente por isso é importante que a literatura nacional também seja conhecida e divulgada, para que as pessoas tenham contato com a realidade do seu país.

Os autores nacionais escrevem sobre o Brasil, a realidade do nosso povo, fatos na nossa cultura, numa linguagem adaptada para nós, ou seja, eles falam nossa língua, e através das suas palavras conseguimos viajar pelo Brasil, aprender mais sobre nós e nossa história e ainda incentivamos as produções nacionais.

Livros vindos do exterior podem retratar costumes que não são nossos e uma realidade que não vivenciamos, assim, fantasiosos para nossos olhos. Porém, quando lemos uma obra como Vidas Secas ou o Guarani, e mesmo as obras de Monteiro Lobato, trazendo as peripécias de crianças tipicamente brasileiras, entramos nesse mundo e nos vemos nos personagens, estimulando ainda mais a imaginação.

Por isso, ter contato com livros de autores estrangeiros é algo necessário para abranger conhecimentos, porém, não podemos desprazer a nossa literatura e a mesma deve ser incentivada não somente na escola para as crianças, mas também em casa, para que os novos brasileirinhos conheçam a história do seu povo através das páginas de grandes obras  de ontem e de hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE NÓS

Somos um blog com objetivo de informar sobre a vasta cultural do Brasil, trazendo curiosidades... ​

FALE CONOSCO

[email protected]

Rolar para cima